Notícias

Galardões prestam tributo ao mérito com sarau dedicado ao povo ucraniano

Galardões ?A Nossa Terra? são entregues no próximo dia 7 de Julho, no Altice Forum Braga. Nesta 25.ª edição, excecionalmente, o sarau cultural será dedicado aos povos que sofrem no mundo, em particular o povo ucraniano.

A 7 de Julho, pelas 21 horas, o grande auditório do Altice Forum Braga volta a ser o palco gala de entrega dos Galardões ?A Nossa Terra?, uma iniciativa da Direnor, que compre este ano a 25.ª edição e cujo objetivo é o mesmo de sempre: prestar reconhecimento público ao mérito de cidadãos e de entidades que se destacam em ações de relevo em prol da comunidade.
A 25.ª edição dos Galardões ?A Nossa Terra? foi apresentada ontem por José Ferreira, diretor da Direnor, que anunciou uma novidade face às anteriores edições: o sarau cultural será dedicado a todos os povos do mundo que estão em sofrimento, em particular ao povo ucraniano. ?Esta é uma iniciativa que prima pela isenção a todos os níveis, mas face ao que está a acontecer no mundo achamos que temos o dever de nos posicionarmos e mostrar que estamos solidários com estes povos?, referiu José Ferreira.
Até agora, o sarau cultural sempre foi protagonizado por nomes representativos da dinâmica artística bracarense, sendo que esta será uma exceição que marca também o 25.º aniversário dos Galardões. Em palco vão estar artistas ucranianos e outros que vão atuar em língua ucraniana.
?Isenção, abrangência e credibilidade são as marcas deste projeto de valorização local?, referiu José Ferreira, realçando que a Comissão de Honra da iniciativa, que é presidida pelo Presidente da República conta este ano com 25 entidades, depois de ter sido alargada com a inclusão da PSP e do IPCA.
À semelhança das edições anteriores manem-se a regra de que um galardoado não pode acumular distinções na mesma categoria.
Os galardoados são selecionados através de um amplo processo de votação que se divide em três fases: primeiro a recolha das sugestões dos nomes; depois a indicação dos nomeados a partir das indicações recebidas; e finalmente a escolha de um vencedor entre os nomeados.
O júri é composto por mais de 600 individualidades e entidades que votam nas quatro categorias gerais e depois nas da respetiva especialidade.
Como referiu José Ferreira, o júri integra ?individualidades e entidades em representação de diferentes áreas e sensibilidades políticas, religiosas, culturais, turísticas, recreativas e artísticas, permitindo a abrangência e isenção desejadas?.
No dia 7 vão ser atribuídos 21 galardões. Na categoria individual vão ser atribuídos os galardões Personalidade, Altruísmo, Artes e Cultura, Associativismo, Carreira, Ciência e Educação, Desporto, Juventude e Saudade. Já os galardões coletivos a atribuir são: Entidade, Associação Cultural e Recreativa, Associação Desportiva, Empresa Sector Comércio e Serviços, Empresa Sector Industrial, Empresa Sector Restauração/Pastelaria/Hotelaria, Entidade Área Ensino, Evento, Instituição de Solidariedade Social, Junta de Freguesia e Organismo de Serviço Público.
Será ainda atribuído o galardão Música, que tanto poderá ser individual como coletivo.
No âmbito desta edição, à semelhança das anteriores, a Direnor vai publicar uma revista com a informação dos anteriores galardoadas e o currículo dos nomeados.
Recorde-se que o troféu a entregar aos galardoados foi desenhado pelo Mestre José Veiga, estando a produção a cargo da Ricarsil e Mármores Tibães. O patrocinador oficial desta 25.ª edição é a New Hope (JC Group).
Tal como as edições anteriores, a apresentação da Gala dos Galardões ?A Nossa Terra? é apresentada por Manuel Lago. A entrada é feita por convite, estando os ingressos disponíveis no Posto de Turismo.

  • Galardões
Ver mais notícias

Galardões "A Nossa Terra"

nas redes sociais

Galardões Multimédia



- Colégio Leonardo Da Vinci - - Edição XV, 2012