Vitor Matos

Nascido em 1977, Vítor Matos estudou nos Conservatórios de Música de Braga e do Porto, licenciou-se no ESMAE, frequentou diversos cursos de aperfeiçoamento e estudou direcção de orquestra com maestros de renome. Tem realizado diversos recitais em Roma, a convite do Instituto Santo António dos Portugueses, interpretando em primeira audição o Concerto para Clarinete e Orquestra que o compositor Joaquim dos Santos lhe dedicou. Como instrumentista colaborou com a Orquestra do Norte, Sinfonieta do Porto, Orquestra de Câmara Musicare, Filarmonia das Beiras e Gulbenkian. Apresentou-se a solo e em música de câmara em diversos festivais internacionais e tem dirigido orquestras como a Orquestra do Norte, a de Câmara do Minho, a Académica da Universidade do Minho, a Orquestra do Conservatório e Teatro de Kaiserslautern e da Rádio Sul da Alemanha. Foi assistente do maestro Ferreira Lobo nas Óperas Carmen, de Bizet e Elixir d? Amore, de G. Donizetti e dirigiu várias óperas nacionais. Galardoado em Barcelona e em Roma no âmbito de direcção de orquestra, Vítor Matos dirigiu a Orquestra da Escola Sinfónica de Madrid. A convite da Presidência da República, dirigiu a Orquestra do Norte no concerto do dia 10 de Junho em 2006 (Dia de Portugal) e foi nomeado Maestro da Orquestra de Jovens pela Guimarães Capital da Cultura 2012. Actualmente é professor na Academia Valentim Moreira de Sá, em Guimarães e mestre em música pela Universidade do Minho, onde lecciona a disciplina de clarinete e música de Câmara.

Atividade:Maestro. Prof. de música na UM

Galardões "A Nossa Terra"

nas redes sociais

Galardões Multimédia



Convidados - Galardões XVII Edição - Edição XVII,