Polícia Judiciária

POLÍCIA JUDICIÁRIA (PJ) A criação da «Inspeção de Braga da Polícia Judiciária», na cidade de Braga, à data assim designada, ocorreu em 1980, localizando-se as instalações na Rua D. Pedro V (S. Vítor), englobando a sua competência territorial, a Comarca de Braga (municípios de Amares, Barcelos, Braga, Cabeceiras de Basto, Celorico de Basto, Esposende, Fafe, Guimarães, Póvoa de Lanhoso, Terras de Bouro, Vieira do Minho, Vila Verde e Vizela), a Comarca de Viana do Castelo (municípios de Arcos de Valdevez Caminha, Melgaço, Monção, Paredes de Coura, Ponta da Barca, Ponte de Lima, Valença, Viana do Castelo e Vila Nova de Cerveira), a Comarca de Porto Este (município de Felgueiras), e a Comarca de Vila Real (município de Mondim de Basto). Em 1982 foram inauguradas as atuais instalações, sitas na Rua Professor Mota Leite (Maximinos). No ano de 2000 passou a designar-se ?Departamento de Investigação Criminal de Braga da Polícia Judiciária? (DIC de Braga da PJ), tendo por missão, coadjuvar as autoridades judiciárias (Magistrados Ministério Público e Judiciais) na prevenção e investigação criminal. A PJ está estruturada hierarquicamente e ao DIC de Braga compete a prevenção da criminalidade, a investigação criminal cuja competência investigatória lhe estão reservados e a coadjuvação das autoridades judiciárias. O DIC de Braga da PJ tem atualmente 80 trabalhadores, uns da carreira de investigação criminal e outros de apoio à investigação criminal.

Atividade:Investigação Criminal

  • Polícia Judiciária

Galardões "A Nossa Terra"

nas redes sociais

Galardões Multimédia



- Hélder Gomes e J.Gomes - Soc. Const. Cávado, S.A. (Galardão Empresa Sector Industrial) - Edição II, 1998