Guarda Nacional Republicana

A GNR foi criada a 3 de maio de 1911, para velar pela segurança pública, manutenção da ordem e proteção das propriedades públicas e particulares de todo o país. A atual Lei Orgânica - Lei nº2 63/2007, de 06 de Novembro, dispõe que a GNR é uma força de segurança de natureza militar, constituída por militares organizados num corpo especial de tropas e dotada de autonomia administrativa. Tem por missão, no âmbito dos sistemas nacionais de segurança e proteção, assegurar a legalidade democrática, garantir a segurança interna e os direitos dos cidadãos, bem como colaborar na execução da política de defesa nacional, nos termos da Constituição e da lei. A GNR tem a sua origem na Guarda Real da Polícia de Lisboa criada, em 1801, pelo Príncipe Regente D. João. Em maio de 1834, D. Pedro dissolve as Guardas Reais da Polícia de Lisboa e Porto e cria a Guarda Municipal de Lisboa e no ano seguinte cria a do Porto. Com o advento da República, as Guardas Municipais são extintas e criadas, em Lisboa e no Porto, as Guardas Republicanas. São objetivos estratégicos da Guarda: Reforçar a confiança dos cidadãos na Instituição; Otimizar os recursos, criando valor; Modernizar, inovar e simplificar, garantindo a celeridade e eficiência dos processos e Incrementar a cooperação e articulação com outros organismos, procurando melhorar a qualidade do Serviço.

Atividade:Segurança Pública

  • GNR

Galardões "A Nossa Terra"

nas redes sociais

Galardões Multimédia



- Cati Freitas - Edição VII, 2004