Nova Comédia Bracarense

Fundada em 1990, a Nova Comédia Bracarense cumpre o 25º aniversário em celebração do seu rico histórico no campo do Teatro Amador, sua área por excelência, que inclui já inúmeras produções em palco, a organização de vários festivais de Teatro (salientando-se o Fest?Arte, na sua décima edição), a encenação de textos inéditos de dramaturgos bracarenses, a criação de grupos de teatro infantil e juvenil e a participação em diversas iniciativas solidárias e de divulgação literária. Os anos mais recentes viram a Nova Comédia Bracarense proliferar, como resultado duma política de trabalho assente na qualidade e na perseverança, que teve como pedras basilares o Teatro Camiliano, com a recente joia da coroa ?Amor de Perdição?, e os textos inéditos, nos quais se salienta ?O Bom Patife?, de José M. Barros. Já no que respeita à organização de festivais, o Fest?Arte manteve a aposta em grupos de Teatro com qualidade, do norte e centro de Portugal, e no teatro infantil; a criação de formatos originais (como o Festival da Maioridade, em 2008, ou o Festival de Teatro da Feira do Livro de Braga, em 2013), consolidaram a experiência da Nova Comédia Bracarense neste campo. Através da colaboração com entidades públicas, empresas e associações, duma aposta crescente na divulgação do seu nome e na divulgação do teatro bracarense fora do concelho, e mantendo a sua identidade baseada na qualidade, a Nova Comédia Bracarense está de pedra e cal como um símbolo cultural de origem amadora.

Atividade:Grupo de Teatro

Website:http://www.ncb-teatro.com/

  • Nova Comédia Bracarense

Galardões "A Nossa Terra"

nas redes sociais

Galardões Multimédia



- Manuel Barros e Joana Gama (Galardão Juventude) - Edição V, 2002