Notícias

Forum Braga recebe gala dos Galardões «A Nossa Terra»

Forum Braga recebe gala dos Galardões «A Nossa Terra»

O Grande Auditório do Forum Braga recebe, hoje, à noite, a grande gala de atribuição dos Galardões «A Nossa Terra», iniciativa que vai na sua XXII edição e cuja organização é da empresa bracarense Direnor - Comunicação e Divulgação Regional.
Segundo a organização, contando com a presença de inúmeras personalidades e instituições, representando algumas das principais forças vivas do concelho, a apresentação da cerimónia pública vai estar a cargo de Manuel Lago e de Joana Teixeira (DIRENOR).
A XXII edição da gala contempla o tradicional sarau artístico-cultural, um dos momentos altos da noite, que ano após ano, tem dado a conhecer os novos talentos da cidade.
Pelo palco dos Galardões «A Nossa Terra» vão passar: o Quinteto de Saxofones do Conservatório de Música Calouste Gulbenkian; Os Vocal Ensemble; Os Boca do Povo; BragaDança/RS Ballroom Team, O Grupo Folclórico da Universidade do Minho e, ainda, o Grupo De Zés Pereiras do Centro D. João de Novais e Sousa com o apoio dos Sons da Suévia.
Como tem vindo a ser habitual na organização deste evento, foi elaborada a revista oficial da XXII Edição dos Galardões «A Nossa Terra». O culminar de um trabalho desenvolvido ao longo de vários meses, onde estão patentes as notas biográficas de todos os 21 nomeados da noite e, ainda, uma referência aos premiados de edições anteriores.
A publicação, apresentada no dia da gala, assume-se como «testemunho vivo da diversidade de cidadãos e entidades que, pelas mais variadas razões, se tenham vindo a destacar em ações de relevo em prol da comunidade, do concelho, da região ou do país».
As portas do Auditório do Fórum Braga abrem às 21h00 para receberem os convidados, altura em que serão servidos doces e champanhe, num momento de confraternização e reencontros.

28.05.19 DIÁRIO DO MINHO

Ver mais notícias

Galardões "A Nossa Terra"

nas redes sociais

Galardões Multimédia



Convidados - Galardões XVIII edição - Edição XVIII, 2015