Sara Braga Simões

Nascida em Braga venceu já vários prémios nacionais e internacionais. Descrita pela crítica internacional como uma soprano de extensão impressionante (Opera Now) e com um desempenho excepcional (Opera Magazine). Em ópera, interpretou dezenas de papéis principais dos quais se destacam Pamina (A Flauta Mágica), The Governess (The Turn of the Screw, Britten), Gretel (Hänsel und Gretel), Susanna (Le Nozze di Fígaro), entre dezenas de outros. O seu repertório concertístico abarca obras do barroco ao contemporâneo, destacando-se Messiah de Händel (com a Orquestra Metropolitana de Lisboa), Ein Deutsches Requiem de Brahms, Gloria de Poulenc (para o Teatro Nacional de São Carlos) e Des Knaben Wunderhornde Mahler (para a Casa da Música), entre outras. Foi a soprano escolhida para a estreia absoluta de muitas obras de compositores consagrados como João Pedro Oliveira, Luís Tinoco, Carlos Azevedo e Aubert Lemeland, entre outros e dirigida por maestros como: Lawrence Renes, Peter Rundell, Johannes Willig, Laurence Cummings, etc. É licenciada em Comunicação pela Universidade do Minho, licenciada em Canto pela Escola Superior de Música do Porto e mestre em Música pela Universidade de Aveiro. De momento, é doutoranda em Música ? Performance. Ao longo do seu percurso académico, como bolseira da Fundação Calouste Gulbenkian, teve como mestres Manuela Bigail, Rui Taveira e Peter Harrison. Continuou os seus estudos em Londres com Susan McCulloch e actualmente, recebe orientação de Elisabete Matos.

Atividade:Soprano

Galardões "A Nossa Terra"

nas redes sociais

Galardões Multimédia



Juliana Duarte e Henrique Moura - Galardões XVIII edição - Edição XVIII, 2015