A.P.C.B. - Associação de Paralisia Cerebral de Braga

A A.P.C.B. ? Associação de Paralisia Cerebral de Braga nasceu em 1986. Sem fins lucrativos, esta instituição particular de solidariedade social surgiu da cisão e autonomização do Núcleo Regional de Braga da Assoc. Portuguesa de Paralisia Cerebral e possui actualmente valências de Intervenção Precoce (dos 0 aos 6 anos), de Reabilitação/Apoio em Regime Ambulatório (dos 7 aos 16) e o C.A.O. ? Centro de Actividades Ocupacionais (mais de 16). Com 738 clientes activos inscritos, distribuídos pelo distrito de Braga e concelhos de Arcos de Valdevez e Ponte de Lima, tem vindo a apostar em novas formas de intervir, empenhada em melhorar o bem-estar dos seus utentes. Assim, em 2003 iniciou uma nova metodologia, em que a intervenção terapêutica deixou de se centrar apenas nas crianças, para passar a considerar as múltiplas influências do contexto em que estas vivem como o domicílio, a ama, a creche, o jardim-de-infância, a escola, entre outros. Com equipas compostas por técnicos das áreas de fisioterapia, terapia ocupacional, terapia da fala, psicologia e serviço social e ainda com um departamento constituído por uma médica fisiatra, decidiu alargar as sessões de esclarecimento aos familiares, para que estes possam partilhar aprendizagens e estratégias, que poderão aplicar posteriormente nas rotinas familiares. Em 2008, a associação estabeleceu um protocolo com o Hospital de S. Marcos que possibilita a realização de consultas multidisciplinares compostas pelas áreas de pediatria, ortopedia, neurologia e fisiatria, com a participação das equipas técnicas para avaliação e definição de estratégias conjuntas de intervenção.

Galardões "A Nossa Terra"

nas redes sociais

Galardões Multimédia



- Eduardo Jorge Madureira (Galardão Artes e Cultura) - Edição X, 2007