Escola Secundária Sá de Miranda

A Escola Secundária Sá de Miranda é herdeira do secular Liceu de Braga, criado por Passos Manuel, em 1836. Entre 1840 e 1845, as aulas funcionaram em instalações cedidas pelo Arcebispo de Braga, no Seminário de S. Pedro. Em 1921/22, funcionou no edifício da extinta Congregação do Oratório, no Campo de Santana, actual Avenida Central. A partir de 1912, designa-se Liceu Nacional Central de Sá de Miranda. Passados os conturbados anos da Revolução de Abril, viveram-se grandes transformações e o velho liceu deu lugar à Escola Secundária de Sá de Miranda. Nos últimos anos, com a abertura de novas escolas básicas e secundárias na área urbana e periférica da cidade, a escola tem oferecido aos alunos apenas cursos do ensino secundário, cientifico-humanisticos e profissionais. A escola sofreu recentemente uma profunda requalificação das suas instalações proporcionando aos seus alunos um maior conforto e qualidade. Destaca-se também por ser a primeira escola a criar salas de apoio ao estudo e um gabinete de apoio ao aluno. Tem desenvolvido actividades com alunos estrangeiros em intercâmbio cultural, palestras com pais e alunos sobre vários temas da actualidade, acções em conjunto com a Policia Judiciária sobre segurança, um projecto de simulação do Parlamento Europeu que levou alguns alunos a Antuérpia e a recuperação do património e espólio da escola, com os alunos envolvidos na catalogação.

Galardões "A Nossa Terra"

nas redes sociais

Galardões Multimédia



António Cândido de Oliveira (Galardão Carreira) - Galardões XX Edição - Edição XIX, 2016